Voltar ao topo

Previdência complementar ganha força com convênio inédito entre entidades abertas e fechadas

14 de Agosto de 2020 - Mercado

 

Os dois segmentos da previdência complementar (aberto e fechado), que juntos têm patrimônio de cerca de R$ 2 trilhões, deram um passo histórico e inédito no sentido de atuar conjuntamente: as entidades que representam os dois lados (FenaPrevi, pelo lado das abertas, e Abrapp, representante das fechadas) acabam de assinar seu primeiro convênio de cooperação técnica.

A nova postura das duas instituições está em linha com a necessidade promover ações que contribuam para o fomento da poupança previdenciária, que se tornou ainda mais evidente com a reforma do Regime Geral e com mudanças demográficas no país. Abrapp e FenaPrevi mostram na prática que estão juntando forças tendo como base esse novo cenário, e levando em conta as sinergias que ajudarão a fortalecer a previdência privada.

Entre essas sinergias, destacam-se, entre outros pontos, debates de temas técnicos, que são objetos deste primeiro convênio entre FenaPrevi e Abrapp, e ações voltadas à educação previdenciária e financeira.

 

CONTEÚDOS RELACIONADOS